placas instagram foursquare googleplus feed facebook twitter
31
maio
2010

A Igreja dos Casamentos Duradouros e Felizes

Bem pertinho do Palácio Anchieta, seguindo reto na rua que se inicia em frente ao Palácio Domingos Martins, você encontra uma das “igrejinhas” mais bonitas e originais de Vitória, a Igreja de São Gonçalo. De aspecto simplório e tamanho pequenino, ela é uma das maiores vítimas da crueldade paisagística perpetrada no centro da cidade. Apesar de ter sido construída numa das partes mais altas da antiga Vila, a Igreja está hoje espremida entre prédios e imóveis mal conservados que nos impede de avistá-la em pontos mais baixos como antes e torna impossível uma foto de perspectiva.

A história da Igreja de São Gonçalo começa em 1707, quando duas Irmandades com as evocações de Nossa Senhora do Amparo e Nossa Senhora da Boa Morte construíram uma pequena capela no local. Anos depois, a capela foi demolida para dar lugar a uma verdadeira Igreja, consagrada a São Gonçalo de Garcia, santo de devoção da Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte, a única que permaneceu. A nova configuração da Igreja foi inaugurada em 1766.

As fundações são em alvenaria de pedra, argamassas com cal, borra de óleo de baleia e areia. A fachada principal, com características barrocas, possui três janelas no coro e três portas, sendo a do meio a maior. Internamente, a Igreja dispõe de nave única sem detalhes decorativos e com coro, separada da capela-mor por um arco cruzeiro bastante alto. No altar, que tem entalhes em madeira pintados a ouro, repousam as imagens de Nossa Senhora da Boa Morte, em posição deitada e protegida por uma tampa de vidro; Nossa Senhora das Neves, na sacristia; e Santo Inácio de Loiola e São Francisco Xavier, herdadas da antiga Igreja de São Tiago.

O auge da Igreja de São Gonçalo ocorreu no início do século XX quando ela foi transformada em sede paroquial – após a demolição da Igreja de São Tiago (atual Palácio Anchieta) – e recebeu os ofícios religiosos da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Vitória, demolida para a construção da nova Catedral Metropolitana. Atualmente, porém, ela não possui atividade regular e é administrada por uma entidade privada, a Arquiconfraria de Nossa Senhora da Boa Morte e Assunção.

Ela está aberta à visitação de terça a domingo, inclusive feriados, das 09 às 17 horas. Em seu interior, há sempre um guia credenciado pela Prefeitura de Vitória para receber o turista e passar maiores informações. Também é possível fazer uma visita guiada à Igreja, aos sábados e domingos, através do Projeto Visitar da Prefeitura de Vitória. Sobre isso, no entanto, falarei em outro post.

A Igreja de São Gonçalo é carinhosamente chamada de Igreja dos casamentos duradouros e felizes. A origem do título eu ainda não consegui descobrir, mas algo me diz que ele é realmente merecido. Afinal, eu me casei lá!

(Fonte: Folder do Projeto Visitar e Livro “Espírito Santo: Aspectos Histórico e Religioso”, de Cláudio Rodrigues)

Comente via Facebook

comentários

12 respostas para “A Igreja dos Casamentos Duradouros e Felizes”

  1. Maria disse:

    Oi Tiago!!
    Conheci o seu blog lá pelo Ricardo Freire e adorei!!
    Parabéns pela iniciativa!!
    Acho a Igreja São Gonçalo linda, uma graça mesmo, acredito piamente que a fama que ela carrega não é à toa, conheço várias pessoas que se casaram lá (inclusive minha avó) e muito em breve será a minha vez!!

  2. tiagodosreis disse:

    Oi, Maria, obrigado pela visita!
    E seja bem-vinda ao time dos noivos da Igreja São Gonçalo! Sem dúvida, há algo especial nessa Igreja que justifica a sua fama.

  3. Priscilla disse:

    Ei gente!
    Alguém sabe um contato da igreja São Gonçalo, quero saber como está a agenda para o ano de 2012, como faço pra conseguir o contato de alguém?

    Obrigado

    • marcosmarcal disse:

      Olá, Priscilla, ligue para a Catedral (3223-0590) e eles te passarão o telefone do responsável pela Igreja São Gonçalo. Quando me casei, o atendimento pessoal na São Gonçalo acontecia todas as quintas-feiras, no período da tarde. Boa sorte.

      • Priscilla disse:

        Oi Marcos, muito obrigado!

        Vou entrar em contato para saber como estar a agenda, na época em que se casou foi difícil para conseguir data? o meu casamento é para o ano que vem de junho a dezembro/2012 ainda não marquei a data.

        Obrigado.

    • marcosmarcal disse:

      Me casei em setembro de 2008. Fiz a reserva no início de 2007 – fevereiro ou março… Em julho(!) de 2007, encontrei uma amiga que tentou o mesmo mês que eu e não conseguiu um sábado disponível. Acho que depende muito do mês e do dia da semana… Boa sorte!

  4. Rosemberg Oliveira disse:

    Tiago, bom dia, boa tarde, boa noite.
    Descobri o seu blog por sugestão da Ana, a mãe da Mariana, minha piturruxa! Valeu a sua boa ideia. Siga firme, outras rotas virão!
    Um abraço,
    Rosembritodeoliveiraberg

    • tiagodosreis disse:

      Fala, Rosembrito! Que saudade d’ocês, sô!!! Como estão as coisas aí no norte, hein???
      Brigadão pela sua visita aqui no blog. E fala com a Ana que a nossa visita a São Mateus não deve tardar, se Deus quiser. Preciso anotar as rotas mateenses… rs
      Manda um bjão para ela e para a Mariana, que já deve estar uma moça, não é mesmo?
      Abs

  5. BOM DIA disse:

    Bom Dia,Eu Me Casei,nesta Igreja, De SÃO CONÇALO,Obrigado NADRA ABRÃO SALIM

  6. Andressa Paula disse:

    Esta igreja é o sonho de qualquer noiva. Um dia quem sabe caso nela <3

  7. Thais disse:

    Bom dia!! Voce saberia me dizer a capacidade de pessoas na igreja? Estou na duvida se faco a cerimonia la por conta do numero de pessoas…
    Obrigada!

Deixe uma resposta

Comente via Facebook

comentários

Powered by Facebook Comments

2012. Todos os direitos reservados ao blog Rotas Capixabas. Qualquer reprodução indevida de conteúdo é expressamente proibida. digital