placas instagram foursquare googleplus feed facebook twitter
20
jun
2010

As dicas gastronômicas do “Rotas”

É praticamente impossível dissociar turismo de gastronomia. Qualquer um que queira conhecer um novo lugar estará interessado não apenas na beleza das paisagens que o levaram até lá, mas também na cultura desse local e, principalmente, na culinária – típica ou não. Afinal, como ir à Bahia e não se deixar levar pelo sabor de um acarajé, um vatapá ou de uma suculenta feijoada? Ou a Minas e não se deliciar com um tutu à mineira, um frango com quiabo ou um singelo pão de queijo? E o que falar do mundo de opções gastronômicas que cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília (para ficar só nas capitais) oferecem ao turista?

O Espírito Santo também se destaca por sua culinária típica. Você certamente já ouviu dizer que “moqueca é capixaba; o resto é peixada”! Não é por acaso, pois, que a principal rota de nosso Estado (uma daquelas que estamos descobrindo) também é dedicada a ela. Mas, no quesito gastronomia, a “Rota do Sol e da Moqueca” não é só isso. Ela também inclui um grande universo de bares e restaurantes que vão além da culinária local e oferecem boas opções de pratos da gastronomia nacional e internacional.

E é por isso que culinária e gastronomia também serão assunto no “Rotas Capixabas”. Com o intuito de oferecer um cardápio completo de opções de lazer para o turista que nos visita, vamos apresentar os restaurantes e bares que também se destacam nas rotas capixabas pela qualidade da comida, pelo padrão de atendimento, pela vista ou beleza do local e mesmo pelo custo X benefício. Com as dicas do “Rotas”, você vai conhecer os lugares que podem tornar a sua viagem o mais agradável e suculenta possível!

Enfim, o “Rotas” te convida a se deliciar com o Espírito Santo!

Comente via Facebook

comentários

Uma resposta para “As dicas gastronômicas do “Rotas””

  1. Nina disse:

    Comi delícias em Vitória e Vila Velha. Pena que a torta capixaba tem época certa e ainda não acertei o período certo de estar por aí para experimentar!

    Bj

    • marcosmarcal disse:

      Nina, a torta capixaba é tradicionalmente servida durante a semana santa – principalmente na sexta-feira Santa – em que, pela tradição Catótila, não se deve comer carnes vermelhas… Abs.

      • Nina disse:

        Pois é Marcos, ainda não deu certo eu ir aí durante a
        Semana Santa. Até dei uma chorada em um restaurante certa vez para ver se saía uma, mas só com antecedência…

        Bj

  2. Lá no meu blog também tem uma receita de robalo, direto das águas de Fundão!

  3. nacozinha disse:

    Vou para Vitória agora no final de agosto e gostaria de uma indicação de um lugar pra comer uma boa e autêntica moqueca capixaba, qulquer tipo de local, simples ou não, mas que sirva o prato com distinção, louvor e amor!
    Obg
    Sandra

    • marcosmarcal disse:

      Prezada Sandra,

      Se puder dar uma esticadinha até Guarapari (mais precisamente em Meaípe), sugiro o Cantinho do Curuca (Avenida Santana, 96, Meaípe, Guarapari – 3272-1860 – http://www.cantinhodocuruca.com/). Em Vitória, meu voto fica com o Restaurante Pirão (Rua Joaquim Lirio, 753, Praia do Canto – Vitória/ES – 3227-1165 – http://www.piraovitoria.com.br)…

      Bom apetite…

      • tiagodosreis disse:

        Isso aí, Sandra. As moquecas do Curuca e do Pirão não tem erro.
        Mas se você quer apostar em um lugar que vale mais pelo visual que pela moqueca, cogite também o Espera Maré na Barra do Jucu (Vila Velha), que fica praticamente dentro de um manguezal.
        Em breve, vou fazer um post sobre o roteiro da moqueca no ES. Aguarde!

Deixe uma resposta

Comente via Facebook

comentários

2012. Todos os direitos reservados ao blog Rotas Capixabas. Qualquer reprodução indevida de conteúdo é expressamente proibida. digital