placas instagram foursquare googleplus feed facebook twitter
28
maio
2011

Pedra Azul e Domingos Martins: o relato da Eda

Cachoeira do Galo, Domingos Martins (Foto: Eda)

Quando planejava sua viagem às montanhas capixabas em janeiro desse ano, a Eda apareceu aqui no “Rotas” para pedir dicas de hospedagem e passeios na região. Prestativa e solidária com os demais viajantes, ela fez questão de retornar à caixa de comentários para compartilhar a sua experiência e dar – ela mesma – dicas preciosas para quem quer conhecer a região.

Eu que não ia perder essa oportunidade para publicar o relato da Eda em forma de post.

O Relato da Eda:

“Oiee, estou passando só para deixar o feedback sobre a nossa estadia em Domingos Martins, foi um passeio maravilhoso, obrigada novamente pelas dicas valiosas, Tiago!

Pedra Azul (Foto: Eda)

A cavalgada ecológica na Pedra Azul é muito bacana, as vistas do cume são de tirar o fôlego!

Dica: na descida não deixe de tomar um sundae na lanchonete admirando a Pedra Azul em toda sua beleza e mantenha os olhos bem abertos, se você der sorte como nós demos você verá pica-pau do papo amarelo, lindos canários (tão amarelinhos que parecem um pedacinho do sol que caiu na terra) e muitos outros pássaros e pequenos animais, simplesmente deslumbrante!

A Pousada Tre Fiori não desapontou, tudo muito ajeitadinho e limpo. A proprietária á muito prestativa e até acordou mais cedo no nosso último dia só para preparar o nosso café da manhã pois nós precisávamos estar em Biriricas cedo para fazer o Rafting (que por sinal foi uma experiência meio bitter-sweet pois no meio do passeio o bote ‘capotou’ e nós passamos um apertozinho nas águas turbulentas do rio, mas graças a Deus sobrevivemos para contar a historia :)).

Pousada Tre Fiori (Foto: Eda)

Quartos da Pousada Tre Fiori (Foto: Eda)

Ah, eu havia mencionado um lugar chamado Delícias da Tilápia em um dos meus comentários anteriores e não posso deixar de dar uma palavrinha sobre o local. O estabelecimento é uma pousada-restaurante (em Domingos Martins) e é o paraíso na terra! A pousada é rodeada de mata semi-nativa e colinas e montanhas verdejantes. As acomodações consistem de 6 chalés rústicos com um charme todo especial e mais 4 suítes em um antigo galpão convertido. Os donos, o Cláudio e a Verônica, moram na propriedade com seus dois filhos adolescentes e a família cuida do lugar com carinho e amor incontestáveis, dá para perceber o zelo deles em todos os cantinhos da pousada.

Pousada Delícias da Tilápia (Foto: Eda)

Quarto da Pousada Delícias da Tilápia (Foto: Eda)

Se você demonstrar interesse, o Claudio te contará toda a história da propriedade (que está na família dele desde que os antepassados vieram da Alemanha fugindo da fome, da guerra e em busca de uma vida melhor) e também te acompanhará em passeios ao redor da propriedade. Nós que adoramos fauna e flora nos esbaldamos! Nos enfronhamos montanhas acima várias vezes (acompanhados pelo Claudio e o seu facão) e vimos macacos-barbudo, cobras, lagartos, periquitos selvagens, diversos outros pássaros, só não esbarramos com o famoso tatu que o Claudio garantiu viver por lá.

E, se além disso tudo você falar alemão com certeza conquistará a amizade eterna do Cláudio que fica doido para colocar o idioma em prática. :)

Outra coisa que vale a pena comentar é a piscina maravilhosa da pousada cujas águas vem diretamente de uma fonte natural próxima (cloro na piscina nem pensar, eu perguntei). A água é tão límpida e pura que dá vontade de beber, super fria mas deliciosamente refrescante especialmente num dia de calor forte! E se não bastasse toda essa maravilha você ainda pode solicitar tira-gostos e bebidas que são trazidos até você na piscina, paraíso ou o que? :)

Além disso, existem vários lagos artificiais na propriedade nos quais o Cláudio cria tilápias (daí o nome do lugar) e camarões da malásia para consumo no restaurante. Um dos lagos é utilizado para a prática do pesque-e-pague e o que voce pescar é preparado na cozinha da maneira que vc especificar.

Eu poderia escrever muito mais mas acho que já deu pra você ter uma noção que o lugar é especial. A pousada tem website (não muito sofisticado), se você fizer uma pesquisa no Google vai achá-los com facilidade (o site é esse aqui). Da próxima vez que for em Domingos Martins não deixe de dar uma passadinha por lá mesmo que só para desfrutar as “Delícias da Tilapia” ou passar um dia em contato com a natureza!”

Eda

P.S.: Eda, mais uma vez, obrigado pelo retorno! Espero que, de maneira geral, tenha gostado das delícias do Espírito Santo!

Comente via Facebook

comentários

15 respostas para “Pedra Azul e Domingos Martins: o relato da Eda”

  1. Aninha disse:

    Nossa, eu adoreiiiii o relato da Eda! Tá de parabéns! Ela foi a lugares incríveis e soube relatar muito bem as sensações e os pontos positivos de cada um!
    Aninha

  2. li disse:

    lindo o post!
    coincidência enorme: acabei de acabar de assistir um filme em que os personagens estão hospedados no “hotel tre fiori “(Abismo de um sonho , de Fellini – por sinal mt bom)!
    mas lá não devia ter uma tilápia tão saborasa como a q vc conheceu!
    abç

  3. Silvana disse:

    Também adorei o relato. A pousada “Delícias da Tilápia” não conheço, mas achei a minha cara. Como adoramos a região e também conhecer lugares novos, com certeza iremos conhecê-la.

  4. Eda disse:

    Oi gente! Muito obrigada pelos comentarios, eu fico feliz de poder contribuir com o Rotas e ajudar a divulgar um pouquinho mais das belezas ‘escondidas’ do Espirito Santo!

    Eda

  5. Christiani Voss disse:

    Muito bom o relato da Eda!
    Olha que ando um bocado pelas bandas de Domingos Martins, mas não conheço ainda a “Delícias da Tilápia”.
    Valeu pela dica…

  6. uiara - e ai casal disse:

    Amei esta pousada! esta nós ainda não conhecemos! nunca vi macaquinhos lá, perfeita interação com a natureza! parabéns pela matéria!
    no site http://www.eaicasal.com.br – estamos com as montanhas capixabas – em escapadas românticas . dêem uma conferida!
    mais uma vez parabéns pela matéria!

  7. Fábio G. disse:

    A última vez que fui lá eu conheci a pousada através do site de Pedra Azul e acabei ficando, gostei muito, especialmente do café da manhã.

  8. Eda disse:

    Uiara, os macacos geralmente se congregam bem no alto das colinas ao redor da pousada, muitas vezes da pousada voce consegue ver os galhos e folhagens balancando mas so conseguira visualizar os macacos com o auxilio de binoculos. A foto em que o macaco aparece foi tirada no meio da mata mas bem de longe, nos estavamos usando uma lente com um zoom especial mas mesmo assim a foto nao ficou muito boa por causa da altura e distancia em que os macacos se encontravam. De acordo com o Claudio (o proprietario da pousada) eles costumam descer das colinas na epoca de mais calor quando a escassez de agua os forca a procurarem as nascentes localizadas mais abaixo, nessa epoca a chance de ve-los eh bem maior.

    Fabio, da primeira vez que fomos nos so ficamos hospedados uma diaria mas gostamos tanto que voltamos na semana seguinte e ficamos 3 dias, o cafe da manha eh realmente muito bom, nos nao demos muita sorte com o almoco/jantar em um dos dias pq uma das cozinheiras nao gosta muito de tempero rs mas a Veronica (esposa do Claudio) cozinha muito bem e eh muito atenciosa e prestativa assim como o Claudio tambem, nota 1000 pra eles.

  9. Katerine disse:

    Delícias da Tilápias lugar lindo!!! Os proprietários são muito atenciosos com os visitantes e a Tilápia à 4 queijos é muito saborosa, Adorei o passeio.

  10. Anônimo disse:

    Olá gente!

    Eu e meu marido acabamos de passar 4 dias maravilhosos na pousada (nossa terceira estadia depois que o Tiago publicou o relato, da para perceber que somos fãs de carteirinha ne?) e resolvi atualizar as informações do meu post original.

    1. A pousada esta bem mais conhecida e os donos tem investido bastante na melhoria e ampliacao do local, todos os chales foram recentemente renovados e agora a pousada conta com mais uma suite (à beira da piscina) e mais dois chalés sendo um com uma jaccuzi gigante, super espaçoso e romântico!

    2.O restaurante foi ampliado e de acordo com o Claudio tem atendido em media 150 visitantes no almoço dos Domingos na alta temporada (deve ter sido tudo culpa minha pois postei uma avaliação no Trip Advisor também falando maravilhas do lugar haha)

    3. A piscina tambem foi totalmente reformada (mas confesso que eu gostei mais do jeito que era antes, mais rústica porem charmosa 🙂

    E voce Tiago, ja teve a oportunidade de ir conhecer a Pousada? Se bem que voce deve estar as voltas com o novo bebe (parabéns ao casal!) nao é verdade?

  11. Eda disse:

    Opa, esqueci de preencher os dados de identificação! O Anônimo aí de cima sou eu, gente! Rsrsrs

  12. Jodelson disse:

    Tiago, parabéns pelo excelente artigo, com muitas fotos e com dicas de hospedagem e passeio. Para quem está planejando realziar esse passeio, talvez interesse conhecer esse artigo sobre como chegar de Vitória a Domingos Martins.

  13. […] Azul (que, na verdade, se chama Aracê), que fica bem pertinho do parque e integra o município de Domingos Martins. Oficialmente, Pedra Azul – e aqui eu me refiro indistintamente à pedra, ao parque e ao […]

Deixe uma resposta

Comente via Facebook

comentários

Powered by Facebook Comments

2012. Todos os direitos reservados ao blog Rotas Capixabas. Qualquer reprodução indevida de conteúdo é expressamente proibida. digital