placas instagram foursquare googleplus feed facebook twitter
02
abr
2012
28
dez
2011

Deserto do Atacama e Salar de Uyuni: o planejamento da viagem

 Esse post pertence à série “Outras Rotas” do “Rotas”. Nela, os nossos blogueiros fazem relatos de suas viagens fora do Espírito Santo. Se quiser conhecer mais sobre esses relatos, basta clicar na aba “Outras Rotas” ali no topo do site para ter acesso a todos os posts separados por destino.

Vale da Morte

A chegada

Chegar ao Atacama foi mais fácil do que imaginávamos. Resgatamos o trecho inteiro de Vitória a Calama (cidade onde fica o aeroporto mais próximo do Atacama) com milhas do programa fidelidade TAM. Ao todo, foram 25.000 milhas para cada: 15.000 na ida (classe executiva) e 10.000 na volta (classe econômica). Embora a TAM não voe até Calama, ela tem acordo de code-share com a LAN Chile, que permite aos seus passageiros incluir, nas passagens-prêmio, trechos voados por esta última, como é o caso de Santiago-Calama.

28
dez
2011

Hotel Review: Kimal Hotel (Atacama)

Esse post pertence à série “Outras Rotas” do “Rotas”. Nela, os nossos blogueiros fazem relatos de suas viagens fora do Espírito Santo. Se quiser conhecer mais sobre esses relatos, basta clicar na aba “Outras Rotas” ali no topo do site para ter acesso a todos os posts separados por destino.

Apesar de pequena, San Pedro do Atacama é uma cidade recheada de opções de hospedagem. Tem opção pra tudo quanto é gosto e bolso: tem quartinho para alugar na casa de moradores, tem albergues, tem apart-hotel, tem hotel barato, hotel caro e até hotel de luxo, daqueles tipo “resort”. Talvez por isso você vê tudo quanto é tipo de turista circulando pelas ruas de San Pedro em busca de aventura no deserto: do mochileiro ao velhinho mais endinheirado!

02
dez
2011

3º dia no Salar de Uyuni: perdidos no salar! (3ª parte)

Esse post pertence à série “Outras Rotas” do “Rotas”. Nela, os nossos blogueiros fazem relatos de suas viagens fora do Espírito Santo. Se quiser conhecer mais sobre esses relatos, basta clicar na aba “Outras Rotas” ali no topo do site para ter acesso a todos os posts separados por destino.

Desculpe-me pela falta de fotos. Mas, como vocês devem imaginar, nesse dia nós não tivemos cabeça para pensar em tirar fotos! Por isso, vou ilustrar esse post com fotos de outros dias, ok?

Eu torcia para que a Renata dormisse o máximo possível e não tivesse tempo, nem consciência, para se desesperar. Eu preferia não imaginá-la sofrendo na madrugada do salar! Enquanto a Renata dormia no meu colo, eu me pus a rezar. Era a única coisa que me restava fazer naquele breu total.

01
dez
2011

3º dia no Salar de Uyuni: perdidos no salar! (2ª parte)

Esse post pertence à série “Outras Rotas” do “Rotas”. Nela, os nossos blogueiros fazem relatos de suas viagens fora do Espírito Santo. Se quiser conhecer mais sobre esses relatos, basta clicar na aba “Outras Rotas” ali no topo do site para ter acesso a todos os posts separados por destino.

Ao final de 4 horas de esforço para desatolar o carro, a situação era essa:

Sem vislumbrar qualquer perspectiva de melhora e já cansado de questionar sobre o telefone via satélite, eu estourei de vez e disse ao Elizardo, de forma incisiva, que nós precisávamos pedir ajuda. Se ele não fosse, iríamos eu e a Renata. Eu estava realmente disposto a sair caminhando atrás de algum socorro.

2012. Todos os direitos reservados ao blog Rotas Capixabas. Qualquer reprodução indevida de conteúdo é expressamente proibida. digital